Publicado em

6 Principais Sintomas de Pressão Alta: Quais As Causas e Como Tratar

Afinal, quais são os principais sintomas da pressão da alta?

A pressão alta é o nome popular para um problema de saúde que é chamado pelos médicos de hipertensão arterial. Esse tipo de problema possui uma característica única que são os altos valores de pressão arterial superando os normais 12 por 8. Essa doença é um problema crônico que infelizmente não tem cura, mas que pode ser tratada de modo prático e fácil.

Atentar-se aos sintomas da pressão alta é algo extremamente importante.

Uma grande curiosidade sobre essa doença é que a maioria das pessoas acometida por ela, muitas vezes não apresentam quaisquer tipos de sintomas, mesmo quando a pressão está elevada a níveis perigosos. Porém, em determinados casos, há ocorrências de tonturas, visão turva ou então falta de ar, isso ocorre quando a pessoa passa pelo que os médicos chamam de crise hipertensiva.

A pressão alta é uma doença que costuma causar muita confusão nos pacientes, por isso explicaremos como ela funciona logo a seguir. Confiram.

Pressão alta, afinal o que é essa doença?

A pressão alta é uma doença relativamente comum, onde o sangue das pessoas flui através de vasos sanguíneos, como veias e artérias com pressões mais elevadas que o normal.

Por se tratar de um problema de saúde com grande ocorrência em todo o mundo, há tratamentos específicos, bem como medicamentos desenvolvidos única e exclusivamente para o tratamento da pressão alta, no entanto eles não são capazes de chegar a raiz do problema, e sim controlar essa desordem fisiológica.

Como muitas pessoas sabem, o sangue é bombeado para o nosso corpo inteiro através do coração, com isso ele chega a órgãos e tecidos levando nutrientes e principalmente oxigênio, algo fundamental para nos mantermos vivos.

A movimentação desse sangue bombeado pelo coração exerce uma força contra as paredes dos vasos sanguíneos, principalmente das artérias, e essa pressão é chamada de pressão arterial.

Quando a força que o sangue precisa fazer para se movimentar por dentro dos vasos aumenta, ou seja, quando as artérias oferecem resistência para a passagem do sangue, ocorre hipertensão arterial, a popular pressão alta.

A grosso modo, a pressão arterial é a pressão que o sangue exerce na parede das artérias. Ela é medida sob a forma de milímetros de mercúrio (mm Hg). Fazendo uso dessa forma de medida, dois tipos diferentes de pressão são determinados:

  • Máxima – Quando o coração se contrai, que é chamada de pressão sistólica;
  • Mínima – Quando o coração se dilata, que é chamada de pressão diastólica.

A pressão arterial é expressada com o valor da pressão sistólica seguida pelo valor da pressão diastólica. Por exemplo: 120/80 mm Hg. Esse valor é lido como 120 por 80, popularmente chamado por médicos cardiologistas de 12 por 8.

Valores indicados de pressão arterial

Existem valores de pressão arterial pré-estabelecidos pela OMS – Organização Mundial da Saúde para definição de normalidade e anormalidade de pressão arterial. São eles:

  • Valores ótimos de pressão arterial: < 120/80 mm Hg;
  • Valores normais de pressão arterial: 130/85 mm Hg;
  • Valores de pré-hipertensão arterial: 120-139/80-89 mm Hg;
  • Estágio 1 de pressão alta: 140-159/90-00 mmHg;
  • Estágio 2 de pressão alta: > 160/100 mm Hg.

Principais sintomas da pressão alta

Como foi colocado anteriormente nesse artigo, a pressão alta normalmente é assintomática, ou seja, não apresenta sintomas, no entanto, quando essa doença atinge níveis elevados, sintomas clássicos costumam aparecer e esses não devem ser ignorados. Por isso, mostraremos a seguir os principais sintomas da pressão alta.

1. Dores de cabeça, principalmente na nuca

A dor de cabeça proveniente da pressão alta é popularmente chamada de cefaleia, trata-se de um dos sintomas mais comuns desse problema de saúde. A cefaleia proveniente da hipertensão arterial ocorre nas primeiras horas da manhã e desaparecem ao longo do dia e costumam aparecer novamente no final do dia.

Quando a pressão atinge níveis elevados, as artérias normalmente se contraem, o que causa dor, principalmente na nuca, apresentando de modo comum intensidades moderadas.

A dor de cabeça é normalmente o primeiro sintoma apresentado por pacientes que estão com pressão alta, é importante frisar que não se deve utilizar nenhum analgésico sem orientação médica a fim de amenizar o problema sem a orientação médica.

2. Confusão mental e sonolência

A pressão alta que evolui de modo rápido, ou seja, que piora em um curto período de tempo costuma fazer com que os pacientes demonstrem leve confusão mental, o que causa dificuldade de pensar de modo claro e ágil, além de se sentirem levemente sonolentos.

É relativamente comum que pacientes hipertensos tenham a sensação de desorientação, dificuldades de concentração, e também não consigam se lembrar de coisas simples.

Pelo fato do cérebro ser uma região bastante vascularizada, a pressão do sangue sobre os vasos sanguíneos cerebrais acaba por prejudicar o funcionamento correto e linear do órgão, levando ao surgimento desses sintomas.

3. Tonturas e enjoos

Outros sintomas bastante característicos dos pacientes com pressão alta é a presença de tonturas e enjoos. Normalmente, esses sintomas estão diretamente relacionados à dor de cabeça, capaz de desencadear uma série de outros problemas.

Pelo simples fato da circulação sanguínea cerebral se tornar bastante comprometida por causa do aumento da pressão arterial, os vasos sanguíneos se contraem. Essa contração, impede a passagem do fluxo sanguíneo ideal, levando ao surgimento de tonturas, enjoos, ânsia de vomito e em casos mais graves um incômodo zumbido no ouvido.

4. Arritmias cardíacas

Nas primeiras fases da pressão alta, surgem problemas no coração, como arritmias cardíacas ou então palpitações cardíacas, um sintoma chamado pelos médicos como cardiopatia hipertensiva.

Esse tipo de problema ocorre em função da sobrecarga no coração causada pelo aumento da pressão arterial. Quando a doença se instala o coração precisa trabalhar de maneira mais árdua e forte para tentar equilibrar o fluxo de sangue pelo corpo, levando o surgimento desses sintomas.

5. Problemas oculares

Problemas oculares são outros sintomas bastante característicos de pacientes acometidos por pressão alta. Os vasos da retina são normalmente os mais afetados por essa doença. Nesses casos, as lesões podem ser apenas espasmódicas ou então realmente lesionar de modo grave os vasos oculares.

É comum que lesões hemorrágicas ocorram, deixando os olhos vermelhos, gerando problemas de visão, como vista embaçada ou visão dupla. Como o sangue flui de modo mais agressivo nessa doença, os vasos mais sensíveis, como os dos olhos são afetados.

Quando o problema de pressão alta for persistente e não tratado, esses problemas oculares podem evoluir para cegueira irreversível.

6. Problemas renais

Problemas renais são relativamente comuns em pacientes que têm pressão alta, dentre os mais famosos deles está a doença renal crônica, um problema renal caracterizado pela presença e/ou então surgimento de lesões nas estruturas dos vasos renais, algo irreversível que se agrava, podendo culminar em mal funcionamento dos rins e até mesmo à falência renal.

Quando a pressão se eleva, o sangue é bombeado de modo mais forte por todo o corpo, e pelo simples fato dos vasos renais serem extremamente delicados, eles podem ser danificados, o que gera lesões que não podem ser tratadas.

É grande o número de pacientes com pressão alta que acabam sendo diagnosticados tardiamente com problemas renais. Quando a hipertensão arterial não é tratada e os rins são bastante lesionados, os pacientes precisam ser submetidos a sessões de hemodiálise e em casos mais graves a transplantes.

Como lidar com esses problemas

Embora a pressão alta possa apresentar uma série de sintomas e evoluir para uma série de problemas de saúde, a forma de lidar com eles é totalmente igual.

A primeira medida a ser tomada com o aparecimento dos sintomas é procurar um médico para que o problema seja diagnosticado de maneira correta e totalmente adequada. Normalmente as formas de lidar com esse famoso problema de saúde são:

  • Uso de medicamentos;
  • Prática de atividades físicas;
  • Diminuição de estresse;
  • Mudança de hábitos alimentares.

Falaremos de modo resumido sobre cada uma dessas ações.

Utilização de medicamentos

Normalmente o principal passo para controle da pressão arterial se dá por meio da utilização de medicamentos capazes de amenizar os sintomas causados pela doença, mas como dissemos anteriormente a pressão alta não tem cura. Medicamentos amenizarão o problema, apenas o controlarão.

Prática de atividades físicas

Atividades físicas recomendadas por médicos e supervisionadas por profissionais como educadores físicos é outra forma bastante eficaz de lidar com a pressão alta.

Caminhadas, corridas leves, andar de bicicleta e natação, potencializam o funcionamento do coração, levando um maior controle da circulação sanguínea. O resultado disso é uma diminuição dos altos níveis de pressão arterial.

Diminua o estresse

Quando estamos nervosos ou estressados, nosso organismo libera uma série de hormônios em nossa corrente sanguínea capazes de acelerar o coração. Esse aumento de batimentos cardíacos faz com que nossa pressão arterial se eleve podendo trazer problemas à nossa saúde.

Então diminuir o estresse, tentar dar menos atenção aos problemas e ter momentos de lazer durante o dia é uma forma eficaz de lidar e amenizar a pressão alta.

Mudanças de hábitos alimentares

Essa é uma das formas mais eficazes de lidar com a pressão alta. Diminuir a quantidade de sal na comida, evitar o consumo elevado de açúcar, e ingerir alimentos saudáveis, como verduras, legumes, frutas, sucos naturais é de suma importância.

O acumulo de gordura corporal causado pelo sobrepeso e obesidade “apertam” os vasos sanguíneos contribuindo para a pressão alta.

Portanto, ao se alimentar de modo adequado, e praticar atividades físicas constantes, são formas eficazes de diminuir os níveis de pressão arterial e trazer mais saúde e qualidade de vida a todos.

Se você possui algum dos sintomas citados nesse texto, procure seu médico e evite qualquer tipo de automedicação.

Gostou desse artigo? Deixe um comentário e compartilhe em suas redes sociais, faça com que mais pessoas conheçam os detalhes da pressão alta.

 

 

 

 

Publicado em

Como Baixar Pressão Alta Rapidamente: 3 Truques Eficazes

Estresse, má alimentação e sedentarismo, são os maiores causadores da hipertensão. Quando a pressão arterial passa a sofrer alterações recorrentes é preciso ficar em alerta, e consultar um especialista. Mas existem algumas maneiras de baixar pressão alta rapidamente e de forma natural. Por isso, separamos 3 truque eficazes para baixar a pressão alta. No final do artigo você também vai saber de uma solução natural e altamente poderosa para baixar pressão.

 

Truque 1- Baixar a pressão com dieta

 

Aqueles que sofrem de hipertensão precisam manter uma dieta balanceada. Fazer refeições que contenham grãos integrais, frutas, legumes e laticínios com pouca gordura podem baixar a pressão, principalmente se também tiver pouca gordura saturada, colesterol e sódio.

 

 

Uma forma de controlar a pressão alta é comprando ou fazendo comida com baixo teor de sal. Pois, o sódio causa retenção de fluidos, dando maior volume ao sangue, e para mover esse sangue mais volumoso, o coração precisa bombear mais forte, causando um aumento na pressão arterial. Por isso, para controlar a pressão alta é preciso ficar atento à tabela nutricional dos alimentos, e dosar a quantidade de sal da comida caseira.

Uma recomendação médica bastante comum e eficaz são as dietas com pouco sódio, nas quais é possível ingerir uma porção diária de 1100 a 1500 miligramas de sódio. Mas muitos têm dificuldade de ingerir alimentos com pouco sal, para esses, existem inúmeros produtos e temperos que, combinados, realçam o sabor natural dos alimentos, e alguns deles, em particular, podem ajudar a reduzir a pressão, como: pimenta-caiena que expande as veias e melhora o fluxo sanguíneo, cúrcuma que reduz a inflamação no corpo em geral, melhorando, portanto, a função cardiovascular e reduzindo a pressão arterial e o alho que reduz o colesterol e a pressão.

 

 

Os chás de ervas com hibisco podem baixar a pressão rapidamente. Por isso é preciso dosar a quantidade diária. Além de seu poder e eficácia, ele pode ser ingerido de diversas formas. Uma das alternativas de preparo do chá é ferver 1 litro de água junto com 3 colheres de sopa de folhas secas de margarida, 1 colher de sopa de flores de hibisco e 4 colheres de chá de folhas secas de alecrim (acrescentando 1 colher de chá de mel para que o gosto fique mais ameno). Outra maneira de preparar o chá de hibisco é acrescente 2 colheres de sopa cheias do hibisco seco em 1 litro de água fervente (podendo ser ingerido quente ou gelado).

Para um resultado positivo é preciso consumir 1 xícara antes de cada refeição. Além do chá de hibisco você pode experimentar este método natural, recomendado por médicos para baixar pressão, clique aqui para saber mais.

 

 

Tomar um copo de suco de mirtilo pode baixar a pressão tanto quanto uma taça de vinho. O suco de mirtilo contém antioxidantes conhecidos como proantocianidina, e esses nutrientes reduzem a produção de ET-1 no corpo, conhecido por apertar as veias e aumentar a pressão. Por isso, tomar um copo de suco de mirtilo pela manhã é uma excelente opção para controlar a hipertensão.

 

As frutas e os legumes são importantíssimos para manter uma dieta balanceada. Além disso, boa parte deles têm efeitos benéficos para baixar a pressão. Algumas frutas são excelentes para auxiliar no controle da pressão alta, como os kiwis, que ao comer três por dia durante oito semanas ajudam a reduzir a pressão e a melancia que contem fibras, vitamina A e potássio, todos ligados à redução da pressão. Portanto, incluir várias frutas e legumes ricos em potássio na dieta é o mais indicado para quem tem hipertensão.

 

 

O chocolate amargo é rico em flavonoides. Esses nutrientes dilatam as veias, baixando a pressão.

Truque 2- Baixar a pressão com um estilo de vida saudável

O sedentarismo é um dos causadores da hipertensão. Exercitar-se durante um tempo mínimo de 30 minutos, na maioria dos dias da semana, pode baixar a pressão rápida e substancialmente. Não somente fazendo corrida, caminhada e academia, é possível realizar atividade física durante as tarefas em casa. Porém, antes de aumentar a quantidade diária de exercícios, é preciso consultar um médico especialista. Pois o aumento drástico de atividades físicas pode aumentar o risco de ataques de coração ou derrames.

 

 

Uma caminhada mais rápida é um dos exercícios mais simples para ser incluído na rotina, pois andar com passos mais rápidos por 30 minutos pode baixar a pressão em até 8 mm Hg. Outra excelente atividade é andar de bicicleta durante 30 minutos por dia. Vôlei, basquete, dançar, nadar e pular corda também são exercícios indicados. Há também tarefas caseiras diárias que auxiliam no controle da hipertensão, como lavar o carro, lavar as janelas e o chão, cuidar do jardim, varrer as folhas, além de subir e descer as escadas.

 

 

Escutar música relaxante por 30 minutos todos os dias pode ajudar a baixar a pressão, principalmente se fizer isso junto com técnicas de respiração e medicamentos contra a hipertensão. Mas é necessário escolher uma música relaxante, como música clássica, ou mais lenta. Com isso, a pressão pode cair em até 3,2 pontos.

 

A nicotina faz grande mal para a saúde, principalmente para aqueles que sofrem de hipertensão. Então, parar de fumar é o primeiro passo para combater a pressão alta. Fumar ou ficar por perto de fumantes tem grande efeito para o sistema arterial. O cigarro é responsável por aumentar a pressão em 10 mm Hg até uma hora depois de ser usado. Fumar continuamente, faz com que a pressão aumente continuamente. Os mesmos efeitos aplicam-se para pessoas que ficam sempre ao lado de fumantes.

 

 

Uma das melhores formas de baixar a pressão por um longo tempo é perdendo peso. A pressão normalmente aumenta junto com o peso e, perdendo alguns quilos você poderá reduzir sua pressão significantemente. Mas é necessário que a perda de peso seja saudável. Somando uma dieta saudável, com exercícios físicos regulares.

 

Truque 3- Baixar a pressão com chás

 

Os chás são remédios naturais para controle da hipertensão. Há diversos tipos de chá que servem como calmante natural para baixar a pressão.

 

O alho é comprovadamente um bom remédio natural para a hipertensão. Para fazer o chá é preciso amassar 1 dente de alho em 1 xícara de chá de água e deixar ferver por 3 minutos. Após esse período, aguarde amornar, coe e beba. Para maior eficácia, é necessário beber 1 xícara a cada 12 horas.

 

 

O chá de pepino também é uma excelente alternativa para a hipertensão. Além disso, o preparo é relativamente simples: basta bater 1 pepino médio, descascado, no liquidificador e acrescentar 200 ml de água. Caso necessário é possível colocar açúcar para adoçar. Após o preparo, é preciso coar. O chá deve ser consumido antes de todas as refeições.

Compostos de ervas ajudam a controlar a pressão arterial. As ervas presentes são: folha de abacateiro, erva-de-bugre, sete sangrias, chapéu-de-couro e capim cidrão. A junção dessas ervas traz muitos benefícios, não apenas para a pressão arterial, mas também para a saúde. Para preparar o chá basta: ferver 1 litro de água com 3 colheres do composto de ervas. É preciso manter a solução abafada por cerca de 10 minutos, e coar em seguida. O essencial é que se tome de 3 a 4 xícaras ao dia, podendo tomá-lo morno ou gelado.

O chá de alpiste é um ótimo remédio caseiro para tratamento da hipertensão. O preparo do chá é muito simples: basta colocar uma colher de chá de alpiste em uma panela, destampada, com um litro de água, e deixar ferver até que o líquido se reduza à quantidade referente a um copo. Após o preparo, basta coar e deixar esfriar. Não é recomendado o consumo diário desse chá, por isso, é preciso tomá-lo somente duas vezes por semana.

 

A folha de embaúba é indicada para o controle da hipertensão. Para fazer o chá é muito simples: para cada xícara de chá, basta fazer uma infusão, utilizando 1 xícara de água fervente e 1 colher de chá das folhas de embaúba picadas e secas. Após o preparo, é preciso deixar descansar por 10 minutos e coar. Para obter resultados positivos é necessário tomar 3 xícaras desse chá por dia.

 

Uma folha bastante eficaz no controle da hipertensão é a da amoreira. Seu fruto é muito utilizado em geleias e sucos, mas suas folhas são ótimo remédio caseiro para pressão alta quando ingerida como chá. Para preparar o chá de amoreira basta inserir um chumaço de folhas frescas da amoreira em um litro e meio de água fervente. Após o preparo é preciso deixar que o líquido esfrie e coar. Para melhores resultados é necessário beber toda a infusão em pequenos copos durante o dia.

 

As frutas também são ótimas opções para a produção de chá. A Mangaba é uma fruta que possui propriedades vasodilatadoras, que ajudam a baixar a pressão, sendo um ótimo remédio caseiro para hipertensão. Para preparar o chá é muito simples: basta inserir 500 ml de água em uma panela e acrescentar 2 colheres de sopa de casca de mangaba, aguardar até atingir o ponto de fervura. Após o preparo é preciso deixar esfriar e coar a seguir. Para um melhor resultado é necessário tomar de 2 a 3 xícaras deste chá por dia.

Publicado em

Saiba quais são os 10 chás que baixam a pressão alta

A hipertensão, mais conhecida como pressão alta, atinge centenas de pessoas, onde, grande parte não tem conhecimento da alteração de sua pressão arterial até sofrerem alguma crise. A pressão alta é um problema muito sério e silencioso, por isso é preciso ter acompanhamento médico. Além dos medicamentos, existem algumas formas naturais que ajudam a baixar a pressão alta. Pensando nisso, separamos 10 chás que te ajudarão a controlar a hipertensão. No final do artigo você também vai saber de uma solução natural e altamente poderosa para baixar pressão.

1. Chá de Embaúba para pressão alta

Embaúba é uma árvore brasileira. Suas folhas são indicadas para o controle da hipertensão. Para fazer o chá é muito simples: para cada xícara de chá, basta fazer uma infusão, utilizando 1 xícara de água fervente e 1 colher de chá das folhas de embaúba picadas e secas. Após o preparo, é preciso deixar descansar por 10 minutos e coar. Para obter resultados positivos é necessário tomar 3 xícaras desse chá por dia.

 

2. Chá de Alho para pressão alta

O alho é comprovadamente um bom remédio natural para diversas doenças, uma delas é a hipertensão. Para fazer o chá é preciso amassar 1 dente de alho em 1 xícara de chá de água e deixar ferver por 3 minutos. Após esse período, aguarde amornar, coe e beba. Para maior eficácia, é necessário beber 1 xícara a cada 12 horas.

 

3. Chá de Melissa ou Erva Cidreira para pressão alta

Erva cidreira é um calmante natural. Além disso, a planta também ajuda a controlar a pressão. Para preparar o chá é necessário ferver junto com 2 xícaras de chá de água: 1 colher de chá de folhas picadas de erva cidreira e 1 colher de chá de folhas frescas de maracujá. Após o preparo é preciso aguardar amornar e coar.

Para melhores resultados, indicado beber 1 xícara 3 vezes ao dia. Além do chá de erva cidreira você pode experimentar este método natural, recomendado por médicos para baixar pressão, clique aqui para saber mais.

 

4. Chá de Hibisco para pressão alta

O hibisco é um ingrediente poderoso, pois possui propriedades que ajudam a combater a hipertensão e ainda age como um calmante natural. Para fazer esse chá é muito simples: basta ferver 1 litro de água junto com 3 colheres de sopa de folhas secas de margarida, 1 colher de sopa de flores de hibisco e 4 colheres de chá de folhas secas de alecrim. Após o preparo é necessário repousar aproximadamente 10 minutos e peneirar o chá. Para que o gosto fique mais ameno, é possível acrescentar 1 colher de chá de mel. Para um resultado positivo é preciso consumir 1 xícara antes de cada refeição.

5. Chá de Pepino para pressão alta

Para quem quer combater os males da pressão alta, o chá de pepino é uma excelente alternativa. Além disso, o preparo é relativamente simples: basta bater 1 pepino médio, descascado, no liquidificador e acrescentar 200 ml de água. Caso necessário é possível colocar açúcar para adoçar. Após o preparo, é preciso coar. O chá deve ser consumido antes de todas as refeições.

 

6. Chá de Mangaba para pressão alta

Mangaba é uma fruta que possui propriedades vasodilatadoras. Essas propriedades ajudam a baixar a pressão, sendo um ótimo remédio caseiro para hipertensão. Uma alternativa para quem não gosta de chá é comer a fruta, porém o chá age de forma mais eficaz. Para preparar o chá basta inserir 500 ml de água em uma panela e acrescentar 2 colheres de sopa de casca de mangaba, aguardar até atingir o ponto de fervura. Após o preparo é preciso deixar esfriar e coar a seguir. Para um melhor resultado é necessário tomar de 2 a 3 xícaras deste chá por dia.

 

7. Chá de Camomila para pressão alta

Camomila e hortelã têm propriedades de calmantes, sendo uma excelente opção para quem precisa baixar a pressão alta.  Tomar esse chá calmante durante o dia, após o almoço e antes de dormir, ajuda a manter a calma, e consequentemente o ritmo cardíaco. Para preparar esse chá é muito simples: Use 2 ou 3 colheres de chá de flores secas de camomila por xícara, colocando água quente em seguida e deixando em infusão por 3 minutos. Após o preparo, basta coar e adicionar mel ou sumo de limão, se preferir, pois eles ajudam a ajustar o sabor.

 

8. Chá de composto de ervas para pressão alta

Compostos de ervas ajudam a controlar a pressão arterial e diminuir as dores de cabeça. As ervas presentes são: folha de abacateiro, erva-de-bugre, sete sangrias, chapéu-de-couro e capim cidrão. A junção dessas ervas traz muitos benefícios, não apenas para a pressão arterial, mas também para a saúde. Para preparar o chá basta: ferver 1 litro de água com 3 colheres do composto de ervas. É preciso manter a solução abafada por cerca de 10 minutos, e coar em seguida. O essencial é que se tome de 3 a 4 xícaras ao dia, podendo tomá-lo morno ou gelado.

 

9. Chá de alecrim, cana e quebra-pedra para pressão alta

Chá de alecrim, cana e quebra-pedra é um excelente remédio caseiro, bastante eficiente, contra a pressão alta. Para o preparo é preciso: colocar 1 colher de sopa de alecrim, a mesma quantidade de quebra-pedra e 10 folhas de cana-de-açúcar em 500 ml de água fervente. Após o preparo, é necessário abafar a infusão por alguns minutos, coar e adoçar com mel ou açúcar, caso preferir. Para melhor eficácia é preciso tomar o chá nos intervalos das refeições.

 

10. Chá de alpiste para pressão alta

O chá de alpiste é um ótimo remédio caseiro para diversos tratamentos, dentre eles a diabetes, edemas, tratamento da retenção de líquidos e hipertensão. O preparo do chá é muito simples: basta colocar uma colher de chá de alpiste em uma panela, destampada, com um litro de água, e deixar ferver até que o líquido se reduza à quantidade referente a um copo. Após o preparo, basta coar e deixar esfriar. Não é recomendado o consumo diário desse chá, por isso, é preciso tomá-lo somente duas vezes por semana.

 

Publicado em

Pressão Alta: O que Fazer? 10 Dicas Eficazes e Naturais

A hipertensão é um dos problemas de saúde mais comuns no mundo. Mas porque a pressão aumenta? A hipertensão primária, ou seja, quando não se sabe a causa, é a mais frequente. Pois, por muitas vezes não há sintomas ou evidências do causador dessa elevação. Porém, se for um problema recorrente é preciso consultar um especialista. Antes ou após o diagnóstico é possível utilizar alguns métodos para controlar a pressão. Existem formas naturais eficazes para controlar ou evitar o aumento da pressão arterial, por isso, separamos 10 dicas para auxiliá-los. No final do artigo você também vai saber de uma solução natural e altamente poderosa para baixar pressão.

 

1. Alimentos naturais e com baixo teor de sal ajudam a controlar pressão alta

Os alimentos naturais são importantíssimos no combate à hipertensão. Uma forma de controlar a pressão alta é comprando ou fazendo comida com baixo teor de sal. Pois, o sódio causa retenção de fluidos, dando maior volume ao sangue, e para mover esse sangue mais volumoso, o coração precisa bombear mais forte, causando um aumento na pressão arterial. Por isso, para controlar a pressão alta é preciso ficar atento à tabela nutricional dos alimentos, e dosar a quantidade de sal da comida caseira.

 

2. Alimentos com sal à base de potássio auxiliam no controle a pressão alta

Os alimentos ingeridos são extremamente importantes no controle da hipertensão. Há diversos chás para baixar a pressão arterial, mas os alimentos ingeridos diariamente fazem total diferença para esse controle. Uma recomendação médica bastante comum e eficaz são as dietas com pouco sódio, nas quais é possível ingerir uma porção diária de 1100 a 1500 miligramas de sódio. Mas muitos têm dificuldade de ingerir alimentos com pouco sal, para esses, existem inúmeros produtos e temperos que, combinados, realçam o sabor natural dos alimentos. Os produtos com potássio, cloreto de potássio ou sal de ervas são os mais recomendados. Mas, essas alternativas com o sal à base de potássio devem ser usadas com moderação, já que seu sabor é diferente do cloreto de sódio.

 

3. Dieta magra e moderada é essencial para controlar a pressão alta

Para controlar a hipertensão, não é apenas necessário o controle diário da quantidade de sódio dos alimentos, mas também manter uma dieta magra e moderada. Há alguns alimentos extremamente prejudiciais para aqueles que têm pressão alta e devem ser evitados. É preciso evitar estimulantes, cafeína, carboidratos brancos, apesar de o macarrão não se transformar em açúcar tão rapidamente, precisa ser ingerido com uma menor frequência. Pães, biscoitos e bolos também precisam ser evitados. Doces, refrigerantes e gorduras excessivas. As frituras devem ser reduzidas ou até mesmo evitadas. Seguir uma dieta com mais legumes e verduras, sem exagerar nas carnes, leite e ovos é a melhor opção.

 

4. Substituir a cafeína por chá ajuda a controlar a pressão alta

O café é um dos vilões para aqueles que têm hipertensão. Parar ou evitar o consumo de café e outras bebidas cafeinadas ajudará no controle da pressão arterial. Por ser estimulante do sistema nervoso, apenas uma ou duas xícaras de café podem elevar a pressão arterial. Pois, nervos agitados podem causar uma aceleração nos batimentos cardíacos.

Uma boa alternativa para aqueles que bebem muita cafeína é o chá. Há diversos sabores de chá que são ajudadores no controle da hipertensão. Chá de composto de ervas, embaúba, Camomila e mangaba são alguns deles. Além do chá você pode experimentar este método natural, recomendado por médicos para baixar pressão, clique aqui para saber mais.

 

5. Aumentar a quantidade de fibras é uma ótima alternativa no controle da pressão alta

Além de reduzir o sódio e seguir uma dieta balanceada é preciso aumentar a quantidade de fibras. As fibras limpam o organismo como se fossem mini-esponjas, ajudando a controlar a pressão arterial ao regular o sistema digestivo. Existem diversos alimentos ricos em fibra. A maioria dos legumes e verduras, especialmente os folhosos, possui uma grande quantidade de fibra. Várias frutas, nozes e legumes, além de feijões e ervilhas, são ricos em fibras, assim como produtos integrais.

 

6. Remédios caseiros é uma ótima opção para o controle da hipertensão

Existem diversos remédios caseiros que auxiliam no combate a hipertensão. Apensar de serem naturais é necessário conversar com o médico para saber se esta pode ser uma alternativa segura. Mas, uma opção natural e eficaz que não necessita de prescrição médica são os chás, dentre eles o chá de composto de ervas, embaúba, Camomila e mangaba entre outros. Há alguns suplementos para a diminuição da pressão arterial, são eles: coenzima Q10, ômega-3, óleo de peixe, alho, cúrcuma, gengibre, pimenta caiena, azeite de oliva, nozes, cimicifuga racemosa, crataegus laevigata (também conhecido como estrepeiro ou espinha branca), magnésio e cromo.

7. Tomar vitamina B ajuda a controlar a pressão alta

Todos os tipos de vitamina são excelentes para a saúde. A vitamina B em especial é uma ótima opção para aqueles que buscam controlar a hipertensão. Tomar vitaminas como a B12, a B6 e a B9 ou ingerir alimentos que as possuam ajuda nivelar a pressão arterial. Essas vitaminas podem ajudar a baixar os níveis de homocisteína no sangue, esses níveis são responsáveis por causar complicações cardíacas. Alimentos como banana, carnes, fígado, folhas verde-escuras, cereais, ovos e beterraba, contêm esses nutrientes.

 

8. Ingerir alimentos com ômega-3 ajuda a controlar a hipertensão

Uma alternativa para controlar a pressão alta é comer alimentos ricos em ômega-3 e minerais como o potássio. Alimentos como tomate e suco de tomate, batatas, feijões, cebola, laranja, frutas e frutas secas são ricos em ômega-3. Comer peixe duas vezes por semana ou mais também é uma excelente alternativa. Há diversos peixes ricos em proteínas e em ácidos graxos, incluindo salmão, cavala e arenque. Eles baixam gorduras conhecidas como triglicerídeos e aumentam a saúde cardíaca geral.

 

9. Exercícios físicos e perda de peso ajudam a controlar a pressão alta

Manter uma atividade física regular é uma ótima alternativa para controlar a hipertensão. Aqueles que estão acima do peso ou vivem no sedentarismo tem maior probabilidade de desenvolver problemas cardíacos. Então, é preciso manter uma vida ativa e saudável para prevenir ou controlar a pressão alta.

 

10. Limonada com água de coco ajuda a baixar a pressão alta

A limonada com água de coco é um ótimo remédio caseiro para controlar a pressão. Ela possui propriedades diuréticas que ajudam a regular a tensão das artérias. Para preparar esse remédio caseiro é muito simples: basta espremer 3 limões em um recipiente com 200ml de água de coco e misturar. Para melhor eficácia é preciso consumir essa mistura uma vez por dia.

Publicado em

20 Remédios Caseiros para Controlar de vez a Pressão Alta

A hipertensão é um problema que afeta milhares de pessoas no mundo. Por esse motivo, foram desenvolvidos diversos medicamentos para controle da pressão arterial. Em meio a tantas alternativas de combate da pressão alta, existem os remédios caseiros, que são uma forma natural e eficaz para controle de hipertensão. Esses remédios auxiliam no controle da pressão alta, e muitas vezes são desconhecidos por diversos médicos da área. Para ajudá-los, separamos algumas alternativas caseiras para controlar a pressão alta. No final do artigo você também vai saber de uma solução natural e altamente poderosa para baixar pressão.

 

1- Remédio caseiro para pressão alta: chá de alho

 

Pode parecer estranho, mas o alho é comprovadamente um bom remédio natural para diversas doenças, e entre elas está a hipertensão. O chá caseiro de alho é um excelente remédio para baixar a pressão. Para fazer o chá é muito simples: basta amassar 1 dente de alho em 1 xícara de chá de água e deixar ferver por 3 minutos. Após esse período, é preciso aguardar amornar, coar e estará pronto para beber. Para maior eficácia, é necessário beber 1 xícara a cada 12 horas.

 

2- Remédio caseiro para pressão alta: Limonada com água de coco

 

A limonada com água de coco é um ótimo remédio caseiro para controlar a hipertensão. Por possuir propriedades diuréticas que ajudam a regular a tensão das artérias, ela acaba por baixar a pressão alta. Com sabor mais ameno, a limonada com água de coco é uma opção saudável e refrescante. Para preparar esse remédio caseiro basta espremer 3 limões em um recipiente com 200ml de água de coco e misturar. Para melhor eficácia é preciso consumir essa mistura uma vez por dia.

 

3- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de Melissa ou Erva Cidreira

 

Chá de melissa ou erva cidreira, ambos são calmantes naturais e são consideradas excelentes opções para controlar a pressão. Para preparar o chá é necessário ferver, junto com 2 xícaras de chá de água: 1 colher de chá de folhas picadas de erva cidreira ou melissa e 1 colher de chá de folhas frescas de maracujá. Após o preparo, é preciso aguardar amornar e coar. Para melhores resultados, é indicado beber 1 xícara 3 vezes ao dia. Além do chá de erva cidreira você pode experimentar este método natural, recomendado por médicos para baixar pressão, clique aqui para saber mais.

 

4- Remédio caseiro para pressão alta: vitamina B

 

Existem diversos tipos de vitaminas, e todos eles são excelentes para a saúde. A vitamina B em especial é uma ótima opção para quem busca controlar a pressão alta. Tomar ou ingerir alimentos que possuam vitaminas como a B12, a B6 e a B9 ajuda nivelar a pressão arterial. Essas vitaminas ajudam a baixar os níveis de homocisteína no sangue (esses níveis são responsáveis por causar complicações cardíacas). Há diversos alimentos que contém esses nutrientes. Alguns bons exemplos são: banana, carnes, fígado, folhas verde-escuras, cereais, ovos e beterraba.

 

5- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de Hibisco

 

O hibisco é um ingrediente riquíssimo, pois possui propriedades que ajudam a combater a hipertensão, agindo como um calmante natural. O hibisco é bastante versátil. Por seu poder e eficácia, ele pode ser ingerido de diversas formas. Uma das alternativas de preparo do chá é ferver 1 litro de água junto com 3 colheres de sopa de folhas secas de margarida, 1 colher de sopa de flores de hibisco e 4 colheres de chá de folhas secas de alecrim (acrescentando 1 colher de chá de mel para que o gosto fique mais ameno). Outra maneira de preparar o chá de hibisco é acrescentando 2 colheres de sopa cheias do hibisco seco em 1 litro de água fervente (podendo ser ingerido quente ou gelado). Para um resultado positivo, é preciso consumir 1 xícara antes de cada refeição.

 

6- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de Pepino

 

O chá de pepino é uma excelente alternativa para quem quer combater os males da pressão alta. Com um preparo simples e rápido, é uma excelente opção para controlar a hipertensão. Para prepará-lo basta bater 1 pepino médio, descascado, no liquidificador e acrescentar 200 ml de água. Caso necessário é possível colocar açúcar para adoçar. Após o preparo, é preciso coar. O chá deve ser consumido antes de todas as refeições.

 

7- Remédio caseiro para pressão alta: Ingerir alimentos com ômega-3

 

Uma outrA alternativa para controlar a hipertensão é ingerir alimentos ricos em ômega-3 e minerais, como o potássio. Existem diversos alimentos que possuem esses nutrientes. Alguns deles são: tomate e suco de tomate, batatas, feijões, cebola, laranja, frutas e frutas secas. Todos esses contém ômega-3. Outra excelente opção é comer peixe duas vezes por semana ou mais. Há diversos peixes ricos em proteínas e em ácidos graxos, incluindo salmão, cavala, sardinha e arenque. Eles baixam gorduras conhecidas como triglicerídeos e aumentam a saúde cardíaca geral.

 

8- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de Embaúba

 

Embaúba é uma árvore brasileira. Suas folhas são excelentes para o controle da pressão alta. Essas folhas podem ser encontradas em lojas de produtos naturais. Para fazer o chá é muito simples: para cada xícara de chá, basta fazer uma infusão, utilizando 1 xícara de água fervente e 1 colher de chá das folhas de embaúba picadas e secas. Após o preparo, é preciso deixar descansar por 10 minutos e coar. Para obter resultados positivos, é necessário tomar 3 xícaras desse chá por dia.

 

9- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de alface

 

Muitos não sabem, mas a alface é um calmante natural, sendo uma excelente alternativa para baixar a pressão alta. Muito comum em saladas, as folhas de alface são mais eficazes para hipertensão quando ingeridas como chá. Para preparar o chá, basta colocar 3 folhas secas em 250 ml de água fervente. Após o preparo é preciso coar. O chá pode ser ingerido quando esfriar.

10- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de Mangaba

 

As frutas também são ótimas opções para a produção de chá. A Mangaba é uma fruta que possui propriedades vasodilatadoras e que ajudam a baixar a pressão, sendo um ótimo remédio caseiro para hipertensão. Para preparar o chá é muito simples: basta inserir 500 ml de água em uma panela e acrescentar 2 colheres de sopa de casca de mangaba. Aguarde até atingir o ponto de fervura. Após o preparo é preciso deixar esfriar e coar a seguir. Para um melhor resultado é necessário tomar de 2 a 3 xícaras deste chá por dia. Uma alternativa para quem não gosta de chá é comer a fruta, porém o chá age de forma mais eficaz.

 

11- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de amoreira

 

Uma folha bastante eficaz no controle da hipertensão é a da amoreira. Seu fruto é muito utilizado em geleias e sucos, mas suas folhas são ótimo remédio caseiro para pressão alta quando ingerida como chá. Para preparar o chá de amoreira, basta inserir folhas frescas da amoreira em um litro e meio de água fervente. Após o preparo, é preciso deixar que o líquido esfrie para então coar. Para melhores resultados, beba toda a infusão em pequenos copos durante o dia.

 

12- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de Camomila e hortelã

 

Uma junção excelente para o controle da hipertensão é a camomila e a hortelã. Ambos têm propriedades calmantes, sendo excelentes opções para quem precisa baixar a pressão alta.  Para ajudar a manter a calma e o ritmo cardíaco, basta juntar esses dois ingredientes. Para preparar esse chá é muito simples: use 2 colheres de chá de flores secas de camomila  e 1 de hortelã por xícara, colocando água quente e em seguida e deixando em infusão por 3 minutos. Após o preparo, basta coar e adicionar mel (se preferir), pois ele ajuda a ajustar o sabor.

 

13- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de composto de ervas

 

Compostos de ervas ajudam a controlar a pressão arterial e diminuir as dores de cabeça. As ervas presentes são: folha de abacateiro, erva-de- bugre, sete sangrias, chapéu-de- couro e capim-cidrão. A junção dessas ervas traz muitos benefícios, não apenas para a pressão arterial, mas também para a saúde. Para preparar o chá, basta ferver 1 litro de água com 3 colheres do composto de ervas. É preciso manter a solução abafada por cerca de 10 minutos, e coar em seguida. O essencial é que se tome de 3 a 4 xícaras ao dia, podendo tomá-lo morno ou gelado.

 

14- Remédio caseiro para pressão alta: Suco de berinjela com laranja

Um bom remédio natural para a pressão alta é tomar diariamente o suco de berinjela com laranja, pois ajuda a diminuir a pressão. Esse suco ajuda a controlar a pressão alta, além de auxiliar a eliminar as placas de gordura do interior das artérias, equilibrando a pressão do sangue nos vasos. Para prepara o suco é muito simples: basta bater no liquidificador ½ berinjela crua com casca e 1 laranja com bagaço, mas sem casca, com ​1 copo de água. Ingerir logo após o preparo, preferencialmente pela manhã e sem açúcar.

 

15- Remédio caseiro para pressão alta: vitamina de goiaba

 

Um ótimo remédio caseiro para pressão alta é a vitamina de goiaba. Além de

ter vitaminas B2, A e C, a goiaba é fonte de licopeno e fibras solúveis. Essas substâncias ajudam a diminuir o colesterol e a pressão sanguínea. A ação dessa fruta também ajuda a diminuir as resistências nos vasos sanguíneos e melhorar a circulação. Para fazer a vitamina, basta bater no liquidificador 2 goiabas vermelhas com 500 ml de leite desnatado e 2 colheres de sopa de mel, até adquirir uma consistência cremosa. Para uma maior eficácia, é preciso beber a vitamina de goiaba pelo menos 3 vezes por semana.

 

16- Remédio caseiro para pressão alta: Sementes de feno-grego

 

Devido ao seu alto teor de potássio e fibra dietética, as sementes de feno-grego são eficazes para baixar a tensão arterial elevada, podendo ser ingeridas como chá ou pasta. Para fazer o chá, basta ferver de 1 a 2 colheres de chá de sementes de feno-grego em água fervente por cerca de dois minutos, e depois coar. Já para fazer a pasta, é só colocar as sementes em um liquidificador e misturar até formar uma substância pastosa. O chá ou a pasta devem ser ingeridos duas vezes por dia, uma de manhã com o estômago vazio e uma de noite.

 

17- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de alecrim, cana e quebra-pedra

 

Chá de alecrim, cana e quebra-pedra é um excelente remédio caseiro, bastante eficiente, contra a pressão alta. Para o preparo é preciso: colocar 1 colher de sopa de alecrim, a mesma quantidade de quebra-pedra e 10 folhas de cana-de-açúcar em 500 ml de água fervente. Após o preparo, é necessário abafar a infusão por alguns minutos, coar e adoçar com mel ou açúcar, caso preferir. Para melhor eficácia é preciso tomar o chá nos intervalos das refeições.

 

18- Remédio caseiro para pressão alta: mel

 

Por ter poder de reduzir a pressão a partir do coração e também ter um efeito calmante sobre os vasos sanguíneos, o mel é um excelente remédio natural para redução da pressão arterial elevada. Há diversas formas de obter esses benefícios: comendo duas colheres de chá de mel com o estômago vazio todas as manhãs. Misturando uma colher de chá de mel e suco de gengibre com duas colheres de chá de pó de sementes de cominho (comendo duas vezes por dia). Ou então misturando suco de manjericão e mel em quantidades iguais, tomando com o estômago vazio todos os dia.

19- Remédio caseiro para pressão alta: Banana

As bananas são uma rica fonte de potássio, o que diminui o efeito de sódio, sendo excelentes para o controle da hipertensão. Para desfrutar dos efeitos da banana basta comer uma ou duas por dia.

 

20- Remédio caseiro para pressão alta: Chá de alpiste

 

O chá de alpiste é um ótimo remédio caseiro para diversos tratamentos, dentre eles a diabetes, edemas, tratamento da retenção de líquidos e hipertensão. O preparo do chá é muito simples: basta colocar uma colher de chá de alpiste em uma panela destampada com um litro de água e deixar ferver até que o líquido se reduza à quantidade referente a um copo. Após o preparo, basta coar e deixar esfriar. Não é recomendado o consumo diário desse chá, por isso, é preciso tomá-lo somente duas vezes por semana.

Publicado em

7 passos para uma vida saudável

Você tem diabetes? Sabia que existe um provam de 7 passos para uma vida saudável sendo portador da doença? Mas antes de começar, vamos aos princípios básicos sobre a diabetes…

O que é Diabetes?

A Sociedade Brasileira de Diabetes divulgou no ano passado um número alarmante sobre a doença. Temos em média, mais de 12 milhões de brasileiros com a doença hoje em dia. Mas muitos não sabem ainda o que é a diabetes, como ela surge, os tipos e como acabar com a doença de uma forma controlada e segura.

Por isso, vamos explicar nesse post como funciona o programa 7 passos para uma vida saudável e sanar todas as suas dúvidas sobre essa doença crônica, que vem sendo contraída por quase 13 milhões de brasileiros.

Primeiro precisamos começar explicando que a diabetes ataca diretamente o seu metabolismo, ou seja é uma espécie de síndrome metabólica que tem diversas origens.

Essa doença acontece por causa da falta de insulina, ou até mesmo provê da incapacidade de funcionamento adequado da insulina no seu corpo. O que causa um aumento brusco de glicose no seu sangue.

A diabetes pode ocorrer por quê a insulina (que é um hormônio) não consegue agir da maneira certa no corpo. Mas para explicar isso, precisamos entender a fisiologia do seu corpo: o pâncreas, principal responsável pela produção do hormônio (insulina), não consegue mais produzi-lo mais em um quantidade considerável o suficiente para suprir todas as necessidades e pedidos do seu corpo, e como a insulina é a responsável pela redução de glicemia no seu organismo, o que faz com que o açúcar que está no seu sangue vá paras suas células em forma de energia, o açúcar fica direto no seu sangue, o que causa, como consequência, a diabetes.

Tipos de Diabetes

Existem diversos tipos de diabetes, vamos separar 3 tipos abaixo (diabetes 1, 2 e 3), dessa forma você poderá ver alguns sintomas, e como funciona os cuidados e tratamentos que cada tipo da doença pede.

 

Diabetes tipo 1

 

Esse tipo de diabetes é autoimune, ou seja, é uma doença que é causada pela falta de insulina no organismo, o que gera acúmulo de glicose diretamente no sangue, levando a diabetes.

 

Os sintomas principais desse tipo de diabetes são:

  • Uma grande vontade ir ao banheiro (urinas)
  • Boca constantemente seca
  • Sem causa aparente, uma diminuição/perda de peso relevante

 

Existem tratamentos para esse tipo de diabetes. Estes são: Insulina aplicada diretamente por agulhas no corpo, e alimentação com muito pouco carboidratos, além de sem ter açúcar algum. Outra coisa importante é o descanso, e a prática constante de exercícios físicos, sempre acompanhado de orientações específicas médicas, e um personal trainer, se possível.

 

Diabetes tipo 2

 

O segundo tipo de diabetes, é o tipo 2. Esse tipo da doença é causada por hábitos ruins durante a vida, e fatores genéticos. Como o consumo exagerado de alimentos que contenham grandes quantidade de açúcar, ou por falta de exercício físico, chegando até a obesidade, ou até mesmo ao sedentarismo.

 

A diabetes 2 tem sintomas mais específicos que aparecem geralmente sob a forma de:

 

  • Sensações contínuas de sede incontrolável.
  • Bastante fome, sem ter muito motivo.
  • Vontade de ir ao banheiro (Urina).
  • Grande dificuldade em cicatrização de diversos tipos de ferida
  • Visão turva, sem aparente motivo.

 

Em comparação com a diabetes tipo 1 , o tratamento de diabetes tipo 2 é bem similar. Algo que é necessário ressaltar é que dependendo do estado físico do paciente, pode não ser necessário o uso contínuo, ou até mesmo diário, de insulina.

É possível resolver com remédios orais, alimentação adequada. Isso de fato já se desenrola para controlar a doença, a longo prazo.

Como acabar com a diabetes.

É possível reverter a diabetes, acabando com ela. Mas como acabar com a diabetes? Essa é uma pergunta importante, e não é nenhum segredo. Essa solução se divide em duas partes:

 

Parte 1 – Exercícios físicos.

A prática de exercício físicos é conhecida mundialmente como um fator reversor das maiorias das doenças. Seja ansiedade, depressão ou até mesmo diabetes. Se exercitar é essencial para qualquer pessoa com diabetes, independentemente do tipo. Os pacientes dessa doença precisam realmente entender que correr, ou praticar musculação, lutas ou qualquer outro esporte tem um benefício gigantesco na luta contra a diabetes, e no aumento de qualidade de vida.

Isso ocorre por quê os exercícios físicos queimam o açúcar (que tendem a se acumular no seu sangue, quando se tem diabetes) de uma forma rápida e controlada. Então essa é a parte 1 para acabar de vez com a diabetes.

Parte2 – Alimentação regrada

Não é segredo algum que existem certos alimentos que são altamente recomendáveis para que a diabetes esteja em uma situação controlada. Esses alimentos ajudam a controlar o açúcar no seu sangue. Você pode ver o exemplo de 4 alimentos desses abaixo:

  • Amêndoas: As amêndoas são ótimas para quem não tem tempo de comer muito, porém sempre está com fome. Esse tipo de alimento consegue te deixar satisfeito, sem prejudicar de qualquer forma o açúcar no seu sangue. É uma opção para lanche da tarde, ou até mesmo lanches rápidos.
  • Linhaça: Experimente tomar linhaça no café da manhã, colocando no leite, e fazendo uma vitamina. Além de ser um alimento que serve para diversos tipos de alimentos, ele não influencia em nada o açúcar no seu sangue.
  • Peixes: Todos os peixem possuem algo extremamente nutritivo chamado ômega 3. O ômega 3 é uma fonte de ácidos graxos importantes para o funcionamento do corpo inteiro. Os peixes possuem essa fonte, que é tipo uma gordura insaturada que auxilia diretamente na redução de níveis de triglicerídeos. Isso balanceia o seu sangue de uma forma correta.
  • Chocolate: Você deve estar pensando que eu estou maluco em oferecer chocolate para diabéticos, não importante qual nível de diabete.

Mas sim, chocolate é uma ótima opção, agora, calma lá, não é qualquer tipo de chocolate que serve.

Chocolates com açúcar seriam um perigo gigantesco para quem tem diabetes. Afinal, por quê colocar mais açúcar no sangue que já tem açúcar em excesso? Mas existem tipos de chocolate que são apenas amargos. Eles têm um porcentual de cacau acima de 70%,  e são ricos em diversas substância que diminuem o LDL. Então é possível comer chocolate, e ainda ser saudável, combatendo e acabando com a diabetes.

Para mais informações acesse este vídeo sobre o alimento perfeito para acabar com a diabetes!

 

Publicado em

Super Slim X Funciona? [LEIA ANTES DE COMPRAR]

O Super Slim X é um rico detox que faz com que o seu metabolismo fique mais acelerado, favorecendo efeitos vantagens no corpo, como na extinção de toxinas presente no corpo, míngua do inchaço e do acúmulo de líquidos, além de auxiliar na extinção das celulites, das estrias e ESPECIALMENTE para um emagrecimento sadio e fixo.

A fórmula do Super Slim X é baseada na famosa Regime Detox. Esse regime é completamente eficiente e é seguida por celebridades do mundo inteiro.

Super Slim X traz todos as vantagens do regime detox clássico, com um grande proveito, você não necessita ficar preparando receitas todos os dias, todos os nutrientes e vitaminas necessárias para perder peso com saúde, estão nas cápsulas de f Slim X.

O que é o Super Slim X e como ele Age?

Se você é uma adepta da ótima saúde, já precisa ter ouvido comandar dos famosos sucos verdes, uns princípios mais corriqueiro de desintoxicação a base de sucos, feitos com muitas frutas e verduras de atuação antioxidante e cheias de nutrientes – o que é bem possível, por não obrigar bastante trabalho e poucos ingredientes. No entanto, não é sempre que é possível adicionar os sucos verdes em sua refeição, especialmente no caso dos indivíduos com um cotidiano mais atribulada. Além do mais, o seu gosto não é sempre que agrada todo mundo. E aí que entra o Super Slim X!

Ele vem para trocar o suco verde, favorecendo as mesmas benefícios que ele. Isto é, em uma cápsula de Super Slim X é possível obter as mesmas benefícios e nutrientes que os sucos detox, ou sucos verde. Por pleito desta praticidade e qualidade, indicamos o Super Slim X para você, que está pensando em aumentar a sua saúde.

O que o Super Slim X possui?

surpe-slim-3Super Slim X tem as substâncias certas, na providência exata para eliminar toxinas e eliminar as gorduras, mantendo a saúde do corpo, acelerando o metabolismo e dando força e dinamismo para suas atividades diárias:

Quitosana: Como o quitosano não coloca o corpo destruir a gordura;
Morro: A Morro é um suculento governante do metabolismo de gordura;
Figurinha: O Figurinha auxiliar a reduz o apetite, provocando percepção de satisfação;
Zinco: O Zinco colabora no bom trabalho do sistema imunológico;
Selênio: O Selênio protege o coração e impossibilita a formação de coágulos no sangue;
Muitas vitaminas e minerais fundamentais.

Quais os efeitos de Super Slim X ?

Super Slim X oferece uma série de vantagens, tanto inibindo toxinas quanto contribuindo no emagrecimento.

  • Super Slim X auxilia a Diminui o inchaço físico e o acúmulo de líquidos, já te livrando de uma ou 2 quilos para iniciar;
  • Super Slim X auxilia a Benefício a comunicação entre células e seu trabalho, levando-as à fabricar mais força;
  • Super Slim X auxilia a Elimina substâncias inflamatórias, envergando bem-estar e revigorando o corpo;
  • Super Slim X auxilia a Restabelece a imobilidade metabólico, bastante fundamental para que as trocas de substâncias feitas pelo corpo ocorram geralmente;
  • Super Slim X auxilia a Acelera o metabolismo, fazendo com que o corpo já se prepare para tisnar mais gordura;
  • Super Slim X auxilia a Dá força e uso, fazendo com que você se esforce mais nos treinos.

    O resultado dele é simples: Você bastante mais MAGRA e bem DISPOSTA em algumas Semanas, E VOCÊ não vai ter necessidade de pairar de alimentar-se o que você ama ou se estragar com treinos chatos e cansativos.

    E os resultados satisfatórios já começam o aparecer nas primeiras semanas de utilização.

Super Slim X é Qualificado pela Anvisa?

Efetivamente, Super Slim X é qualificado pela Anvisa, isto passa uma pela certa firmeza, uma vez que para ser qualificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a formula precisa ser marrada muitas vezes até alcançar ao resultado final, na qual é comprovada a sua eficiência, por isso o Super Slim X é completamente sem riscos e eficiente.

Super Slim X Ter êxito MESMO?

super-slim-funcionaEu Posso verificar que de fato o Super Slim X funciona, uma vez que eu conseguir despossar por volta de 15 kg em somente 2 meses com o seu utilização. Eu tinha uma vida comum com trabalho, filhos e homem. Apenas que não consegui me olhar no espelho, ir a praia com os crianças e o maridão. por isso eu resolve buscar uma coisa na internet que ajudasse o perder peso, no entanto de uma maneira natural que não me prejudique mais na frente ou que tenha resultado harmónica.

foi por isso que eu vi algum depoimentos de indivíduos comuns que usaram o Super Slim X. Uma vez que as simples ideia de um regime detox em capsula já é uma coisa que chama muito atenção, não é?

E sem ter o trabalho de adquirir ingredientes caros e complicados de obter para preparar receitas complicadas. Tudo que nós necessita está ao alcance de nossa mãos em uma única capsula e basta duas dela por dia para o resultado iniciar o ser averiguado em poucas semanas. Eu já aprovei!

Há Depoimentos de Indivíduos que usaram o Super Slim X?

E além dos meus resultados, consegui obter depoimentos de outra pequena que já estão usando o Super Slim X e todas estão amando, veja abaixo.

Publicado em

Estresse no Trabalho: Guia prático para acabar com este mal

A vida moderna é cheia de dificuldades, prazos e frustrações. Para muitas pessoas, o estresse é tão comum que se tornou um modo de vida. O estresse nem é sempre ruim. Em pequenas doses, pode ajudá-lo a trabalhar sob pressão e motivá-lo a fazer o seu melhor. Mas ficar constantemente em estado de alerta pode sobrecarregar o corpo. Reconheça os sinais de perigo e proteja-se contra os efeitos nocivos do estresse.

O que é o estresse?

O estresse é uma resposta física normal a eventos que o fazem sentir ameaçado ou perturbam seu equilíbrio de alguma forma. A resposta ao estresse, é o modo pelo qual o corpo busca se proteger. Estando presente em quantidade equilibrada, ele ajuda a manter o foco, a energia, e o estado de alerta. Em situações de emergência, o estresse pode salvar a sua vida, dando-lhe a força extra para defender-se, por exemplo, estimulando a pisar no freio para evitar um acidente.

Mas, para além de um certo ponto, o estresse deixa de ser útil e começa a causar grandes danos à sua saúde, humor, produtividade, relacionamentos e qualidade de vida.

Resposta do corpo ao estresse

Quando uma ameaça é percebida, o sistema nervoso responde liberando uma enxurrada de hormônios do estresse, incluindo adrenalina e cortisol. Esses hormônios despertam o corpo para a ação de emergência.

O coração bate mais rápido, músculos se contraem, a pressão arterial sobe, a respiração acelera, e os sentidos tornam-se mais aguçados. Estas mudanças físicas aumentar a força e resistência, acelerar o tempo de reação, e melhorar o foco, preparando o corpo para lutar ou fugir do perigo.

É importante aprender a reconhecer quando os níveis de estresse estão fora de controle. A coisa mais perigosa é que nos acostumamos ao estresse. Ele começa a parecer normal. As pessoas passam a não perceber o quanto são afetadas e o forte impacto em suas vidas.

Sinais e sintomas de sobrecarga de estresse

A lista a seguir mostra sinais de alerta e sintomas cognitivos, fícicos e emocionais comuns de stress. Quanto mais sinais e sintomas presentes, mais próximo a pessoa está de uma sobrecarga:

  • Problemas de memória
  • Incapacidade de concentração
  • Ver apenas o lado negativo das situações
  • pensamentos ansiosos ou de fuga
  • Preocupação constante
  • Mau humor
  • Irritabilidade ou pavio curto
  • Agitação, incapacidade de relaxar
  • sentimento de sobrecarga
  • sensação de solidão e isolamento
  • Depressão ou infelicidade geral
  • Dores
  • diarreia ou obstipação
  • Náuseas, tonturas
  • Dor no peito, batimentos cardíacos acelerados
  • Perda de desejo sexual
  • Queda de cabelos
  • resfriados freqüentes
  • Comer mais ou menos
  • Dormir demais ou muito pouco
  • Isolar-se dos outros
  • procrastinar ou negligenciando responsabilidades
  • o uso de álcool, cigarros ou drogas para relaxar
  • Hábitos nervosos (por exemplo, roer as unhas, a estimulação)

Tenha em mente que os sinais e sintomas de estresse também pode ser causado por outros problemas psicológicos ou médicos. Se você está enfrentando algum dos sinais de aviso de estresse, é importante consultar um médico para uma avaliação completa. Seu médico pode ajudá-lo a determinar se ou não os seus sintomas são o stress relacionado.

Causas de estresse

As situações e pressões que provocam estresse são conhecidas como fatores de estresse. Nós normalmente pensamos de estressores como sendo algo negativo, como um horário de trabalho exaustivo ou uma relação complicada. No entanto, tudo o que coloca grandes exigências sobre alguém ou o obriga ase ajustar a uma situação pode ser estressante. Isso inclui eventos positivos, como se casar, comprar uma casa, ir para a faculdade, ou receber uma promoção.

É claro que nem todo o stress é causado por fatores externos. O estresse também pode ser auto-gerada, por exemplo, quando há preocupação excessivamente com algo que pode ou não acontecer, ou ter pensamentos pessimistas sobre a vida.

O que causa estresse depende, pelo menos em parte, da percepção de cada um. Algo que é estressante para você não pode faze outra pessoa. Por exemplo, seu trabalho pela manhã pode deixá-lo ansioso e tenso, porque você se preocupa que o tráfego vai fazer você tarde. Outros, no entanto, pode encontrar a viagem relaxante, porque eles permitem tempo mais que suficiente para ouvir música enquanto dirigem.

Efeitos do estresse crônico

Ocorre quando o corpo não faz distinção entre as ameaças físicas e psicológicas. Quando se está estressado sobre uma agenda lotada, uma discussão com um amigo, um engarrafamento, ou uma montanha de contas, o corpo reage tão fortemente como se estivesse diante de uma situação-vida ou morte. Se existem muitas de responsabilidades e preocupações, a resposta ao estresse de emergência pode estar ligada a maior parte do tempo. Quanto mais tempo o Sistema de estresse permanece ativado no corpo, mais difícil se torna para desligá-lo.

A exposição prolongada ao estresse pode levar a sérios problemas de saúde. O estresse crônico perturba quase todos os sistemas do organismo. Isso pode aumentar a pressão arterial, suprimir o sistema imunitário, aumentar o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral, contribuir para a infertilidade, e acelerar o processo de envelhecimento. Estresse de longo prazo pode até mesmo reprogramar o cérebro, deixando-o mais vulnerável a ansiedade e depressão.

Lidando com o estresse e seus sintomas

O estresse em excesso é inegavelmente prejudicial, mas as pessoas possuem mais controle sobre seus níveis de stress do que imaginam. Infelizmente, muitas pessoas tentam lidar com o estresse de uma maneira que só agrava o problema, como beber demais para relaxar no final de um dia estressante, encher-se de comidas, ficar na frente da TV ou do computador por horas, usar pílulas para relaxar ou aliviar o stress, ou discutindo com outras pessoas. No entanto, há muitas maneiras saudáveis de lidar com o estresse e seus sintomas.

Já que todo mundo tem uma resposta única para o estresse, não existe algo que funcione universalmente. Nenhum método funciona para todos ou em qualquer situação, então experimentar com diferentes técnicas e estratégias. No entanto, busque foco naquilo que o faz se sentir calmo e controlado.

Para queda de cabelo por exemplo, os efeitos são inúmeros, mas você pode buscar como fazer o cabelo parar de cair dentro de artigos científicos na internet ou através de um dermatologista de confiança.

Aprenda a gerir o stress

Gerir o stress depende da forma como se toma conta dos pensamentos, emoções, agenda, o ambiente, bem como a forma como lidar com os problemas. Envolve a mudança da situação estressante quando é possível, alterando a reação quando você não pode, cuidando de si mesmo, e buscando tempo para descansar e relaxar.

É possível lidar melhor com os sintomas de estresse através do reforço da saúde física. Apresentamos as seguintes dicas:

  • Separe um tempo de relaxamento. As técnicas de relaxamento, como ioga, meditação e respiração profunda ativar resposta de relaxamento do corpo, um estado de serenidade que é o oposto da resposta ao estresse.
  • Exercite-se regularmente. A actividade física desempenha um papel chave na redução e prevenção dos efeitos do stress. Nada supera o exercício aeróbico para liberar o estresse e tensão reprimida.
  • Manter uma dieta saudável. Corpos bem nutridos estão melhor preparados para lidar com o estresse. Comece o dia com um café da manhã saudável, reduzindo a ingestão de cafeína e açúcar, e cortando o alcool e a nicotina.
  • Durma ao menos 8 horas. O cansaço pode aumentar o estresse, causando irritação. Mantenha a calma, obtendo uma boa noite de sono.
Publicado em

Abacaxi emagrece ?

O abacaxi é uma fruta de baixa em calorias e alto poder de saciedade, tornando-se um grande aliano em qualquer programa de perda de peso. Infelizmente, ele – como todos os outros alimentos – não possuem poderes mágicos de queima de gordura. A melhor maneira de queimar gordura é seguir uma dieta rica em alimentos integrais, de quantidade reduzida de calorias juntamente com um plano de exercícios físicos contínuos, que incluam tanto aeróbicos quanto musculação.

Abacaxi contém uma enzima chamada bromelina, que ajuda o corpo a digerir proteínas. Consumir abacaxi – ou bromelina suplementar – pode ajudar as pessoas que não têm enzimas digestivas auficientes a digerir melhor os alimentos. Isso não significa que a fruta irá quebrar esses alimentos mais rápido ou impedi-los de serem armazenados como gordura. A Bromelina não tem o poder de ajudá-lo a processar a gordura mais rápido ou queimá-lo, apesar das afirmações feitas por pílulas de perda de gordura e suplementos.

Mito da caloria negativa

Você pode ter ouvido que o abacaxi, como aipo e brócolis, na verdade, contém calorias “negativas”. Os defensores dessa crença afirmam que é preciso mais calorias para digerir esses alimentos ricos em fibras do que a quantidade que eles fornecem. Esse efeito térmico, o custo de energia da digestão, é geralmente muito menor e não é suficiente para afetar significativamente o seu peso ou a capacidade do metabolismo para queimar gordura.

Atributos positivos

Uma xícara de abacaxi cortado em pedaços contém apenas 82 calorias, com mais de 2 gramas de fibra. Esta fibra não só mantém seu aparelho digestivo funcionar de forma eficiente, assim como ajuda a eliminar inchaço abdominal, e também ajuda na sensação de estar saciado, diminuindo a vontade de comer mais, mesmo que sem necessidade..

O melhor método

Não existe um atalho para eliminar a gordura corporal. Este processo pode ser demorado e depende de uma nutrição saudável e xercícios físicos regulares. Queime calorias em excesso através de exercício como correr, andar de bicicleta, andar de energia e aeróbica. Especialmente eficaz no combate à gordura é o treinamento intervalado de alta intensidade. Exercícios musculares realizados de duas a quatro vezes por semana também ajuda na perda de peso e no desenvolvimento de músculos; um corpo que tem uma maior percentagem de músculo tem um metabolismo mais alto, fazendo com que a perda de gordura seja mais fácil. O abacaxi pode estar presente após os treinos, ajudando na reposição de líquidos.

Publicado em

Dicas e métodos rápidos de aumento de seios funcionam?

Ter os seios pequenos é algo que mexe muito com a autoestima da mulher. Devido aos altos padrões de beleza nos dias de hoje, a mulher acaba se sentindo diminuída perante ás que não tem esse problema e podem mostrar um belo busto em uma festa, piscina e outros. Muitas cogitam inclusive, usar próteses de silicone para resolver seu problema.

Uma vez vi uma reportagem até estranha sobre seios caídos, nesse caso. Algumas mulheres estavam fazendo uso de uma cola para seios. Isso mesmo! Uma cola para manter os seios firmes e na posição correta. Parece piada, mas não é. Não sei qual a idéia dos produtores deste artefato mas imagine o namorado ou ficando vendo aquela cena na hora do sexo. Como explicar uma coisa dessas, mas enfim…

Algumas soluções têm surgido como o creme para aumentar seios , e as pílulas que prometem aumentar os seios de uma forma considerável, o que tem deixado algumas adeptas bem felizes, por sinal.

Não fiquem mal meninas, pois pensando nisso, hoje nós separamos uma lista de dicas matadoras para você começar a usar ainda hoje e em pouco começar a ver, com os próprios olhos, o efeito de crescimento em seu busto.

Você sabia que existem alimentos específicos que podem ajudar no aumento dos seios? Sim, eles têm por premissa que serem ricos em estrogênio. Dica: Quando estiver trabalhando este tipo de dieta, evita qualquer consumo de cafeína e derivados deles, como chá, café preto, etc., pois eles anulam a ação do estrogênio.

Sementes de linhaça são uma ótima opção para este tipo de dieta, coma uma porção diariamente e comece a ver os resultados.

Soja, a soja deve ser consumida na forma de leite, um copo por dia, apesar de não possuir tanto estrogênio quanto o antecessor, pode ainda assim ser um grande aliado no aumento da mama.

Tofu, é uma ótima opção por ser o terceiro alimento no mundo com a maior concentração de estrogênio.

Seguindo uma dieta como essa, com toda certeza você colherá os benefícios e poderá em breve desfilar mostrando seios maiores e não se sentirá mais triste como antes.

Veja aqui uma reportagem que aborda em detalhes esse assunto.